ACADEMIA LUÍS DE CAMÕES – CICLO “Museus Identidades e Memórias”

27-05-2022 | 15:00 | ponto encontro: porta principal da Casa-Museu, Avª. 5 Outubro 6-8, 1050-055 Lisboa

ACADEMIA LUÍS DE CAMÕES – CICLO “Museus Identidades e Memórias”

A Academia Luís de Camões , no âmbito do  Ciclo: “Museus Identidades e Memórias”, convida para uma visita guiada à  exposição “Estrada Branca”, da ceramista Teresa Segurado Pavão*, na Casa-Museu Doutor Anastácio Gonçalves*

*A atual Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves, um projeto do arquiteto Norte Júnior datado de 1904-05, foi mandada construir pelo pintor José Malhoa para casa de habitação e atelier de trabalho. A “Casa-Malhoa” foi adquirida em 1932 pelo Dr. Anastácio Gonçalves (1889-1965), que ali viveu e organizou a sua coleção até ao ano da morte.

Em 1969, por vontade expressa do colecionador, o edifício é legado ao Estado Português para aí se criar um Museu que abriu ao público em1980. A Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves reabriu em Dezembro de 1997 com a configuração atual após obras de beneficiação, em 1996, com projeto dos arquitetos Frederico e Pedro George, proporcionando o alargamento da área de acolhimento ao visitante, com loja, cafetaria e zona para exposições temporárias.

A Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves regressa às exposições temporárias convidando  artistas contemporâneos para que  (re)interpretarem o edifício, as coleções ou mesmo a figura do médico oftalmologista e colecionador que a legou. Teresa Pavão apresenta peças com integrações de fragmentos de porcelana Ming, recentemente encontrados no Canal de Moçambique, local de naufrágio de embarcações usadas na epopeia dos descobrimentos portugueses.

 

Inscrições abertas

A visita tem um custo de 10 euros para não inscritos na ALC.

 

 

Leave a comment