Centenário da 1.ª Travessia Aérea do Atlântico Sul (1922-2022)

02-06-2022 | 15:00 | Salão Nobre do Palácio da Independência

Centenário da 1.ª Travessia Aérea do Atlântico Sul (1922-2022)

O Instituto Bartolomeu de Gusmão da Sociedade Histórica da Independência de Portugal realizará uma Conferência sobre “A Histórica 1.ª Viagem Aérea do Atlântico Sul”
Orador: Capitão de Fragata Hugo Baptista Cabral
Capitão-de-fragata Hugo Baptista Cabral ingressou na Armada em 1990. Obteve a sua especialização de piloto de helicópteros na Força Aérea Portuguesa. De regresso à Marinha, serviu sempre na sua Esquadrilha de Helicópteros, ascendendo na respectiva hierarquia até ao Comando da mesma, em 2021. É um apaixonado por História Naval, tendo obtido o grau de Mestre em História Marítima, com a tese «Aviação Naval – Das origens ao desaparecimento de Sacadura Cabral». Coordenou e foi co-autor do livro «Travessia Aérea do Atlântico Sul -100 anos», recentemente editado pela Comissão Aeronaval para as Comemorações do Centenário da Travessia Aérea.

A 1.ª Travessia Aérea do Atlântico Sul, efectuada em 1922 por Sacadura Cabral e Gago Coutinho, foi um dos feitos aeronáuticos mais importantes da História da Aviação Mundial, na primeira metade do século XX. Foi a primeira viagem transatlântica feita com recurso à navegação astronómica. Gago Coutinho, com o auxílio de Sacadura Cabral, adaptou o sextante usado na navegação marítima para a navegação aérea, introduzindo-lhe um horizonte artificial. Desenvolveram também um aparelho que designaram por «corrector de rumos» para corrigir a deriva do avião causada pela acção do vento. Devido a vicissitudes várias, tiveram de usar 3 hidroaviões até conseguirem completar a viagem, iniciada a 30 de Março, na doca do Bom Sucesso, em Lisboa, e concluída a 17 de Junho, na baía da Guanabara no Rio de Janeiro, no Brasil.
Na sequência da viagem tiveram uma recepção apoteótica no Brasil. Em Portugal, são justamente considerados heróis nacionais.

A sessão realiza-se no Salão Nobre do Palácio da Independência, em Lisboa, e também é transmitida online, em directo, nas seguintes plataformas:
Facebook: https://www.facebook.com/sociedadehistorica/
YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCdTGKJmqqoLG5Iha2hnNMJg

Leave a comment