Peregrinação Anual ao Santuário de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa

08-12-2022 | 08:00 | Ponto de encontro: antiga Pastelaria Suíça – Rossio) – tolerância de 5 minutos

Peregrinação Anual ao Santuário de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa

A Sociedade Histórica da Independência de Portugal associa-se à peregrinação anual ao santuário de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa*.  Convidamos   os sócios e público  em geral a participarem neste acto que se reveste de grande solenidade.

Consulte a programação anexa,

*No altar do santuário   encontra-se guardada  a imagem de Nossa Senhora da Conceição que  em 1646 foi declarada Padroeira de Portugal. É considerado um dos mais importantes pontos do culto mariano no país.

Nas cortes de março de 1646, D. João IV proclamou Nossa Senhora da Conceição Rainha de Portugal e a verdadeira Soberana do país. Assim, desde esse dia, mais nenhum rei ou rainha puderam, podem ou poderão usar coroa nas suas cabeças. Esse privilégio é da Nossa Senhora da Conceição.

Desde então, Portugal dedicou a Nossa Senhora da Conceição a sua devoção. Foi, porém, após a restauração da independência, em 1640, que, ao tomar o trono de Portugal, D. João IV coroou a Nossa Senhora da Conceição com a sua própria coroa.

D. Nuno Álvares Pereira – que era devoto à Virgem Maria – mandou construir a Igreja da Nossa Senhora da Conceição, em Vila Viçosa, porque a Nossa Senhora correspondeu às suas preces nas batalhas de Atoleiros (1384), de Aljubarrota (1385) e de Valverde (1386) e encomendou uma imagem da Santa Imaculada a Inglaterra para colocar na igreja.

O edifício atual resulta de uma reforma empreendida no reinado de D. Sebastião, que decorreu entre 1569 e 1606 e conferiu à fachada o seu pendor maneirista. Graças ao mobiliário e aos demais elementos decorativos, o interior também exibe linguagens artísticas posteriores, como o barroco e o rococó.

As capelas laterais exibem retábulos maneiristas e rococós e o altar-mor entroniza ao centro as esculturas de Cristo crucificado, ao alto, e da Imaculada Conceição, que é o orago do lugar. Foi junto desta imagem que o rei D. João IV depositou a coroa, consagrando o reino à proteção de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa. Desde então os reis portugueses deixaram de envergar a coroa.

Este santuário já mereceu a visita de importantes personalidades nacionais e estrangeiras, entre elas o Papa João Paulo II, que na sua primeira visita ao país, em 1982, veio rezar aos pés da Padroeira. Todos os anos se celebra uma grande peregrinação ao santuário de Vila Viçosa a 8 de dezembro, dia da Imaculada Conceição.

Leave a comment